Marketing Jurídico- como fazer:

  1. Você nos passa algumas informações sobre seu negócio;

Você vai preencher um pequeno briefing com informações sobre suas necessidades e problemas.

  • Nós definimos uma solução personalizada para sua realidade;

Com base no briefing vamos desenvolver uma solução personalizada para suas necessidades.

  • Você define se essa solução se encaixa no seu perfil;

Com a solução em mãos, é hora de você decidir quais estratégias serão executadas e quais não.

  • Nós criamos e executamos toda a estratégia arquitetada;

Após a aprovação da solução, nós realizamos todo o trabalho e você só precisar aprovar.

Importante:

Conquistar Novos Clientes Sem Ferir o Código de Ética e Disciplina da OAB

“A produção de conteúdo relevante e informativo na internet é essencial para que o escritório crie autoridade e se destaque na internet”.

O Marketing Jurídico Digital respeita os valores da profissão, firma o escritório como uma referência e o aproxima do seu público-alvo por meio da produção de conteúdo de valor. A estratégia está totalmente de acordo com o Provimento 94/2000 e é uma grande solução para os escritórios de advocacia conquistarem clientes.

O Provimento 94/2000 permite que seja feita uma publicidade informativa que engloba:

Anunciar a identificação pessoal e curricular

Áreas ou matérias jurídicas de exercício preferencial,

Horário de atendimento entre outros em cartões de visita e de apresentação,

Menção em anuários profissionais do ramo de atuação e outros.

Também é permitido ter website com fotografias compatíveis à atividade e veicular anúncios na Internet,

Seguir a mesma moderação das revistas e jornais especializados.

Contudo, não é aceito:

Publicação de valores dos serviços ou forma de pagamento,

Utilização de meios promocionais, referência a cargos que tenha exercido,

Promessa de resultados,

Anúncio em rádio ou televisão,

Utilização de “dizeres próprios de atividades comerciais”, como “consulte-nos hoje mesmo”,

Uso de fotografias de órgãos públicos,

Relação com eventos fora da área jurídica,

Estampar nome profissional em objetos como calendário e chaveiros,

Enviar mensagens publicitárias pelo celular, assim por diante.

Por maior que seja a lista de entraves, há caminhos comprovados que podem aumentar o sucesso do seu escritório.

Em suma, os advogados podem fazer marketing desde que sigam os princípios éticos e morais estabelecidos pela profissão.

A solução: Marketing Jurídico Digital

Nos últimos anos, as empresas passaram a migrar para o meio digital devido à possibilidade de estreitar os laços com clientes e possíveis clientes, investindo menos tempo e conseguindo avaliar melhor a estratégia através das métricas geradas. Assim, surgiu o Marketing Jurídico Digital que respeita os valores da profissão, firma o escritório como uma referência e o aproxima do seu público-alvo.

Como a Internet consiste no veículo com maior alcance permitido pelo Provimento, esta modalidade se revela uma promissora solução para os escritórios de advocacia.

 Nela, pode ser desenvolvido um conjunto de estratégias para atrair e converter clientes voluntariamente através do relacionamento e educação da audiência.

Por exemplo, se você tem 20 potenciais causas sobre uma mesma área jurídica, com os métodos tradicionais você terá que conversar pessoalmente com todos e convencê-los repetidamente. Além disso, eles terão que chegar até você através de meios reduzidos, sendo a indicação o principal.

Ao investir em Marketing Jurídico Digital, você conseguirá automatizar parte do processo e fazer com que você tenha contato direto apenas no momento do fechamento do contrato.

Com o Marketing de Conteúdo, você pode produzir conteúdo voltados para o seu público-alvo e que vão lhe auxiliar em todas as etapas até a pessoa se tornar um cliente.

Unindo com um bom acompanhamento do interesse da pessoa nos seus artigos e campanhas de e-mails, você poderá saber qual o momento certo para abordar a pessoa a partir de um contato que ela mesma forneceu.

Alguns dos principais modos de aplicar na prática o Marketing de Conteúdo são:

Desenvolver materiais ricos que serão disponibilizados no formato de um e-Book, infográfico ou checklist

Elaborar postagens em um blog sobre a sua área de atuação, incluindo explicações e orientações básicas para alguns casos

Criar perfis nas redes sociais para publicar informações importantes sobre o seu escritório, redirecionar para a leitura de postagens no seu blog ou para baixar algum material rico que você desenvolveu, entre outros;

Fazer webinars ou vídeos para dar cursos sobre uma área em que você é especialista ou apenas comentar sobre algum assunto que os seus clientes estão com dúvida.

Esses são alguns caminhos para você atrair e se relacionar com pessoas que estão precisando de um especialista para defendê-las.

Também é possível automatizar a sua interação ao agrupar seus clientes de acordo com comportamentos e/ou perfis similares e enviar materiais selecionados.

Ou seja, no lugar de você conversar com apenas uma pessoa por vez e explicar o que ela precisa saber para compreender que você é a melhor pessoa para representá-la, você pode se conectar com milhares e nutrir um relacionamento.

Deste modo, você vai conhecer melhor o seu público-alvo ao se apresentar como uma referência no assunto e trazer maior volume de clientes para o seu escritório.

https://www.oab.org.br/leisnormas/legislacao/provimentos/94-2000